Memento mori

foto: Tumblr
Não só pelas notícias trágicas que tivemos na semana que passou, mas por vários outros motivos ando pensando bastante nessa coisa que evitamos falar e que está sempre tão presente: a morte. Mas sem deprê, nem paranóia. Só queria falar um pouquinho sobre isso que sabemos ser a única coisa certa na vida e que pode acontecer a qualquer momento e falamos tão pouco.

Acho que o post de hoje vai ser um pouco pesado para alguns, então desculpa o tom sóbrio. Podem pular esse texto e esperar o post de segunda-feira que provavelmente terá resenha de maquiagem, vou entender ♥.

Dying is simple. It all just stops. You're dead. The people around you dying, that's the hard part. Okay? 'Cause you keep living knowing that they're gone and you're still here. – Rosita, em The Walking Dead.

Morrer é simples. As coisas só param. Você está morto. As pessoas morrendo ao seu redor, essa é a parte ruim, ok? Porque você continua vivendo sabendo que eles se foram e você continua aqui.

Há uns sete ou oito anos atrás uma amiga morreu de uma maneira muito inusitada e repentina. Um dia ela vi no shopping, ela me emprestou cinco reais e me fez comer pela primeira vez ursinhos de gelatina. Uns três dias depois descubro que ela estava no hospital com suspeita de morte cerebral. 

Mal acreditei e pedi carona pra minha mãe, sem querer entramos na ala dela e a vi sem roupa, apenas coberta em locais específicos, mas com muitos e muitos tubos e nenhum arranhão se querer. Na hora um funcionário nos avisou que não podíamos estar ali e realmente, entramos por acidente. Logo depois encontrei a mãe dela pela primeira vez e entreguei um envelope com os cinco reais e um bilhete pedindo pra ela melhorar logo. Dois dias depois a morte cerebral foi confirmada e os aparelhos foram desligados.

Nunca falei disso publicamente e até mesmo pra minha mãe, só falamos abertamente sobre o caso esse ano. Deixava as conversar limitadas a falar com a mãe da minha amiga, até hoje mantemos contato, mas não sei se ela sabe desse detalhe que vi sua filha cheia de tubos. 

Só sei que eu penso nela sempre. Hoje em dia não com tanta dor porque aprendi que apesar de tudo a vida tem que continuar. A vida continua mesmo com algumas vidas parando e isso que é o mais triste, mas é a regra que temos que seguir. Hoje sei que não adianta a gente se enterrar junto porque a nossa vida não permite pausas, por mais que doa. Cada um tem seu tempo, podemos precisar de alguns recursos, porém de qualquer maneira temos que continuar.


Essa foto que coloquei aí em cima não é aleatória. Nela está meu tio, minha prima e o filho recém-nascido dela. Meu tio morreu pouco tempo depois dessa foto e é a única foto que ele tem com o neto. E uma das únicas fotos que ele tem sorrindo! Provavelmente foi porque não me viu clicando. Me dá uma alegria imensa poder ter proporcionado essa lembrança pra minha prima.  E é disso que a vida é feita, né? Lembranças.

Memento mori significa ao pé da letra "lembre-se da morte", quer dizer para você lembrar-se que vai morrer. Lembrar-se que você é mortal. Mas não fique paranoico por isso. Não fique triste, nem entre na bad. Leve isso como um ensinamento. Lembre-se que seus erros repetidos, suas pirraças, suas manias podem te levar proporcionar momentos ruins e não existe borracha para apagar isso. Lembre-se que tudo que você faz de bom deve ser feito e refeito. Lembre-se que a vida é preciosa e pode acabar a qualquer momento, por isso devemos honrar o tempo que temos. Devemos honrar o nosso tempo e o tempo com quem amamos.

Desde que minha amiga que foi sempre tento garantir que as minhas lembranças sejam boas. Não gosto de brigar com ninguém antes de sair para algum lugar, evito brigar no geral também por isso, se tem algo me incomodando prefiro mudar isso a ficar me remoendo. Isso devia ser um comportamento padrão das pessoas, não acham?

Mesmo tendo visto minha amiga cheia de tubos eu ainda lembro de conversas com ela, das nossas piadas, de desenhos que fazíamos no MSN, do sorriso dela ao me esperar quando eu estava caminhando muito devagar. Isso que importa na vida. Bate uma saudade, mas sinto essa saudade com um sorriso no rosto!

Estou escrevendo isso aqui mais para tirar do peito algumas coisas, para me preparar para outras e tomara que não tenha deprimido alguém. Segunda-feira volto com a programação normal do blog :). Obrigada pra quem leu! Um bom sábado para vocês.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...